7 de janeiro de 2006

João Pires da Rosa - Escola Primaria de Fermentelos


"Gostei de ver o teatro regressar à Escola agora com o nome de meu Pai, e onde eu e os meus irmãos mais novos nascemos e onde móramos.
E onde havia teatro: um palco no patim da cozinha, nas traseiras da casa, às vezes a gingeira em flor,os actores vestindo-se numa das salas de aula, a Rita a ensaiar.E as canções que ficaram para sempre:
à beira do rio nascem
violetas ao comprido
já me vieram dizer
que tu queres casar comigo

eu casar contigo sim
mas por ora ainda não
amanhã se Deus quiser
te direi o sim ou não.
Força!!!"
João Pires da Rosa

- depois do post que fiz sobre o T.Arte - Atelier de Teatro para crianças na Escola João Pires Rosa - que estou a desenvolver com Léa Lopez, Paulo Brites, Bitocas e Sabina Galletto.

*Surpreendidos e muito agradecidos pelo comentárrio (é especial para os 5.)
Sr. João Rosa seria importante para nós ter o seu contacto.

1 comentário:

João Pires da Rosa disse...

Pires da Rosa, como meu Pai.
Também João, como meu Pai.
A viver em Aveiro, como os meus irmãos mais novos: Gabriela, como minha Mãe, e Alberto, como meu avô materno.
A propósito: lembra-me mimha irmã que minha Mãe, também Professora na Escola, era quem emprestava as colchas com as quais se "construíam" os "bastidores" do espectáculo. Encenado pela Rita, como disse. Enfermeira aposentada,ainda viva e a residir em Fermentelos.
Bom trabalho.
João Pires da Rosa